domingo, 30 de maio de 2010

Vinhos brasileiros inauguram espaço permanente na Vinópolis em Londres


Os vinhos brasileiros acabam de realizar um sonho. Inauguraram um espaço permanente na Vinópolis – a “Cidade do Vinho”, uma espécie de Museu Mundial do Vinho –, na margem sul do rio Tâmisa, em Londres, com apoio do Ministério de Relações Exteriores, por meio da Embaixada do Brasil na capital da Inglaterra. A conquista do projeto Wines From Brazil, realizado em parceria pelo Ibravin (Instituto Brasileiro do Vinho) e pela Apex-Brasil (Agência Brasileira de Promoção de Exportações e Investimentos), chega após um investimento de seis anos no mercado britânico, por meio da participação ininterrupta de 2005 até este ano na Feira Internacional de Vinhos de Londres (London International Wine Fair).

A partir da próxima semana, os consumidores britânicos terão acesso na Vinópolis, situada em London Bridge, o coração cultural de Londres, a 17 rótulos verde-amarelos de oito vinícolas brasileiras: Aurora, Casa Valduga, Irmãos Molon, Lidio Carraro, Miolo, Piagentini, Pizzato e Salton. A escolha dos produtos foi feita por sommeliers da Vinópolis. Os vinhos e espumantes brasileiros também poderão ser adquiridos no site de vendas da Vinópolis, www.laithwaites.co.uk, a partir de junho.

“Estar na Vinópolis é um marco histórico para o vinho brasileiro”, disse a gerente de Exportação do projeto Wines From Brazil, Andreia Gentilini Milan, na inauguração oficial do espaço dos Vinhos do Brasil na Vinópolis, ocorrida na última sexta-feira (21), com a presença da chefe do Setor Comercial da Embaixada do Brasil em Londres, Regina Bittencourt, do gestor de projetos da Apex-Brasil, Marco Soares, da diretora da Secretaria Estadual de Desenvolvimento e Assuntos Internacionais (Sedai), Sandra Schäfer, e de empresários, jornalistas, sommeliers ingleses, e produtores brasileiros.

“O ingresso do Brasil na Vinópolis representa uma aproximação efetiva do consumidor inglês, que além de ter contato com o espaço do Brasil poderá degustar e comprar 17 vinhos e espumantes”, afirmou Andreia. Para ela, o Brasil quer ser uma opção de consumo para quem procura vinhos elegantes, autênticos, frescos, frutados e com álcool moderado. “Colocamos definitivamente a bandeira dos vinhos brasileiros em Londres, o maior mercado importador de vinhos do mundo”, comemorou. Regina Bittencourt, da Embaixada Brasileira em Londres, destacou a presença dos vinhos brasileiros na Vinópolis. “É um orgulho para os brasileiros ter um espaço privilegiado neste lugar que recebe, por ano, a visita de mais de 100 mil pessoas de todas as partes do mundo”, comentou.

Veja os vinhos e espumantes brasileiros que estarão à venda na Vinópolis:

Aurora: espumantes Aurora Brut Chardonnay e Aurora Moscatel.
Casa Valduga: vinho tinto Gran Reserva Cabernet Sauvignon 2006.
Irmãos Molon: Pietro Felice Gran Reserva Cabernet/Merlot.
Lidio Carraro: vinho branco Dádivas Chardonnay.
Miolo: vinho branco Alisios e vinho tinto Quinta do Seival.
Piagentini: vinho Decima Gran Reserva 2005 e espumante Decima Brut.
Pizzato: vinho branco Pizzato Chardonnay 2009; e vinhos tintos Fausto Merlot 2006; DNA 99 Merlot 2005; Pizzato Concentus 2005; Pizzato Reserva Cabernet Sauvignon 2004; e Pizzato Cabernet Sauvignon 2006.
Salton: vinhos tintos Salton Talento 2005 e Salton Séries Cabernet Franc 2007.

EDUARDO TLACH
VINHO AO SEU ALCANCE

terça-feira, 11 de maio de 2010

Aerador para Vinho


Fonte: www.elgrancatador.com


Uma nova forma de aerar seu vinho, é o Decantus, feito de acrílico em forma de ânfora grega.


É muito fácil de usar.

O Decantus segue o principio de Bernoulli (1738), segundo o qual, quando um líquido passa por uma seção de diâmetro menor,em uma tubulação,diminui a pressão e aumenta-se a sua velocidade e junto a um tubo fino é capaz de atrair um fluxo de ar que permite a oxigenação imediata do vinho.


Está disponível na europa em quatro versões que vão de 25 a 65 euros.


Verifiquei meu twitter e lá encontrei o site www.decantus.com.br, onde o mesmo é vendido aproximadamente a R$ 260,00 com o frete.


EDUARDO TLACH

VINHO AO SEU ALCANCE

sexta-feira, 7 de maio de 2010

Papagaio fujão retorna para tomar um drinque

Não só vinho. O papagaio Reggie, que fugiu de sua residência na Inglaterra, retornou para o jardim porque curte também uma batata frita. Foi o que contou seu dono, o britânico Hubbel Walker, de 27 anos. Como a ave não retornava, o sujeito colocou uma taça de tinto – a safra e os tipos não foram informados – e uma porção de petiscos na janela. Só assim o bicho interesseiro apareceu.


Jà ameaçou escapar novamente. Mas Walker, morador de Brockley, no sul de Londres, põs mais vinho para Reggie tomar uns drinques, até ficar quietinho, com o bico fechado.


Walker aprecia a bebida, mas não tem a menor ideia de como o animal virou praticamente um sommelier. Ele costumava deixar uns copos com sobras na mesa de jantar. A ave matava o que restava de vinho.


- Fiquei arrasado com a fuga de Reggie. Sou muito apegado a esse papagaio, diz Walker.


O dono terá de montar uma adega, pelo jeito, para manter Reggie em casa. É uma pena, mas o eno-papagaio só fica se puder apreciar as melhores safras de tinto da Itália, Espanha e EUA. Ele não é chegado muito nos exemplares ingleses.

http://noticias.r7.com/esquisitices/noticias/papagaio-fujao-retorna-para-tomar-um-drinque-20100507.html


EDUARDO TLACH

VINHO AO SEU ALCANCE

quinta-feira, 6 de maio de 2010

1º Festival do Moscatel tem início neste final de semana


Iniciativa destaca a produção local de uvas moscatéis com vistas à futura indicação geográfica para Farroupilha, oferecendo vinhos, espumantes, sucos e gastronomia à vontade em espaço reservado


O 1º Festival do Moscatel, que será realizado junto à Fenakiwi 2010, em Farroupilha, prepara os últimos detalhes para receber os visitantes da Festa Nacional do Kiwi interessados em uma opção diferenciada de enogastronomia.


Em um espaço reservado, serão oferecidos vinhos, espumantes, sucos e gastronomia à vontade. O Festival faz parte das ações estimuladas pelo Projeto IG Vinhos Farroupilha, que visa obtenção da Indicação Geográfica para o município com foco na produção de uvas moscatéis, em desenvolvimento junto com a Embrapa Uva e Vinho.


A realização do Festival é da Associação Farroupilhense de Produtores de Vinhos, Espumantes, Sucos e Derivados (Afavin); Prefeitura de Farroupilha, através da Secretaria da Agricultura e Abastecimento e da Secretaria de Desenvolvimento Econômico e Turismo; e da 19ª Fenakiwi.


A abertura do Festival ocorre na sexta-feira, 7 de maio, com a recepção de convidados da Fenakiwi. O funcionamento para o público será no período de 8 a 23 de maio (sextas, das 18h às 22h; sábados, das 11h às 22h; e domingos, das 11h às 18h). O valor para participar é de R$ 35,00 por pessoa, com valores diferenciados para crianças (até cinco anos, entrada franca; de seis a 12 anos, R$ 10,00).


Esse ingresso dá direito a uma taça de vidro do Festival e às bebidas e comidas que serão servidas à vontade no espaço. Além dos vinhos, espumantes e frisantes moscatéis, que são o foco do festival, haverá opções de espumante brut, vinho tinto e suco de uva. O cardápio será composto por tábuas de frios com copa, salame, queijos, presunto, lombo canadense, pepino, azeitona, queijo de porco, morcília e torresmo. Galeto, polenta frita, queijo frito e grostoli complementam o cardápio. Vale lembrar que não serão servidas bebidas alcoólicas a menores de 18 anos e que sua entrada será condicionada ao acompanhamento de pais ou responsáveis.

Fonte: Imediata Comunicação

EDUARDO TLACH
VINHO AO SEU ALCANCE